Destaques do Dia

| Paraguai | Ronaldinho Gaúcho está livre

Ronaldinho ficou preso por 32 dias e foi liberado após pagamento de R$ 8,4 milhões de fiança

Por Redação do Mandaguari News em 07/04/2020

Na noite de 4 de março, o ex-jogador de futebol Ronaldinho Gaúcho e seu irmão, Assis Moreira, foram presos com passaportes falsos no Paraguai. Eles tiveram os passaportes reais apreendidos em 2018, pelo não pagamento de uma dívida judicial no valor de R$ 8,5 milhões. Isso não o impediu de ser nomeador embaixador do Turismo pelo Governo de Jair Bolsonaro em 2019.

Passado 32 dias desde a sua prisão, a Justiça paraguaia aceitou a transferência de Gaúcho e seu irmão para prisão domiciliar em um hotel, ainda no Paraguai.

Para ser liberado, a justiça paraguaia impôs duas condições:

  • Desde que fossem vigiados;
  • Pagamento de US$ 1,6 milhão de dólares (R$ 8,4 milhões), 800 mil dólares por cada um.

Ronaldinho permanecerá em prisão domiciliar enquanto durarem as investigações sobre os motivos dos passaportes falsos.

Enquanto esteve preso, Ronaldinho completou 40 anos, no último dia 21 de março. Além de ter ganhado um campeonato de futevôlei, onde o prêmio era um leitão.

Fonte: R7

ANÚNCIANTES VIP´S

error: Proibido Cópia !!